sexta-feira, 18 de novembro de 2016

“Jesus Mudou o Nome de Saulo Para Paulo”


A conversão de Paulo não resultou
na mudança de seu nome, mas sim
de sua vida, e é isso o que acontece
com todos os que verdadeiramente
entregam sua vida à Deus. Muitos
personagens bíblicos, por diversas
razões, tiveram sim seus nomes
mudados pelo Senhor, porém,
esse fato não se repetiu com o
apóstolo.
Atos 13:9a - “Todavia Saulo, que também se chama Paulo [...]”
    Fala-se muito que Saulo, após sua conversão, teve seu nome mudado para Paulo. Porém, não existe nenhuma afirmação bíblica ou histórica que confirme isso, muito pelo contrário, pois na Bíblia, por exemplo, como vimos nesse texto de Atos dos Apóstolos escrito por Lucas, ele simplesmente era chamado pelos dois nomes. Historicamente, pelo que se sabe de sua trajetória, sendo judeu tinha ele também cidadania romana. Antes de prosseguir, vejamos o significado dos dois nomes: Saulo é hebraico e significa Pedido a Deus; e Paulo é de origem latina significando Pequeno ou Menor.
    Não há, aparentemente, nenhum significado espiritual que motivasse uma mudança de nome. A explicação lógica para essa “alteração” se explica mais pelo costume das pessoas - os cristãos - com quem ele passou a conviver após a conversão que habituaram-se a chama-lo assim; razão essa pela qual os escritores bíblicos utilizam mais Paulo do que Saulo. Antes de ser levantado por Cristo como apóstolo, Saulo, sendo um judeu devido à linhagem de sua família, nascido em Tarso da Cicília - cidade romana habitada por muitos judeus - zeloso pela Lei Mosaica (At 22:3; Fp 3:5), estando a serviço do governo de Roma, foi um terrível perseguidor de cristãos desde a sua juventude (Fp 3:6; At 7:57-59; 22:4,5). Nessa condição, exercia ele sua cidadania romana, direito esse que havia comprado por alto valor em dinheiro (At 16:37; 22:25-30), tal documento lhe permitia também o uso de um nome romano. Essa seria a mesma situação de Silas, também chamado de Silvano (At 15:22,27,32,34; 2ª Co 1:19; 1ª Ts 1:1) e provavelmente ainda de João que tinha por sobrenome Marcos (At 12:12,25); vale ressaltar que não há informações claras referentes a isso. Concluindo então, não houve mudança de nome, ou seja, o apóstolo tinha mesmo esses dois nomes e prevaleceu com mais ênfase o de origem latina - Paulo - devido ao fato de ele ter exercido praticamente todo seu ministério entre os gentios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, seja ele crítico, elogioso, complementar ou simplesmente direcionado à esclarecer alguma dúvida.
Todos serão respondidos desde que estejam de acordo com o regulamento abaixo:
Não serão publicados comentários que contenham palavrões, ofensas, anúncios não autorizados, e/ou usuários anônimos.
Muito obrigado pela sua participação!

Obs.: Apenas respondemos quando percebemos que a pessoa realmente quer uma resposta, pois quando notamos que ela apenas quer arrumar confusão, simplesmente ignoramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.