segunda-feira, 10 de outubro de 2016

“Se Alguém te Bater, Dê a Outra Face”

O mito de que crente é bobo não
condiz com os ensinamentos
bíblicos. O que a Bíblia de fato
ensina é que devemos evitar
confrontos mesmo que para isso
seja necessário abrir mão de
nossa razão ou nossos direitos.
Mas em nenhum momento
afirma que em situações que
coloquem em risco nossa
integridade física não tenhamos
o direito de nos defender.
Mateus 5:39b - “[...] se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;”
    Apanhar sem se defender, ouvir sem responder; afinal, somos cristãos, pregamos a paz e, ainda que fiquemos irados, não podemos pecar praticando violência mesmo que seja para autodefesa... Foi isso que Jesus quis dizer, não é mesmo? À primeira vista numa leitura isolada, sim; mas que tal entendermos o contexto relacionado a essa afirmação?
    Aqui, o Mestre estava simplesmente dizendo para não praticarmos a vingança (Mt 5:38). Nesse mesmo versículo está registrada sua afirmação de que não podemos oferecer resistência ao mal (Mt 5:39a), ou seja, não devemos retribuir a um ato de agressão com a mesma agressão. Dar a outra face nada mais é do que evitar confrontos violentos. Na sequência, Ele fala que se alguém quiser disputar e tirar sua túnica, você deve entregar também a capa (Mt 5:40); isso significa que disputas materiais são insignificantes demais para se perder a paz (Lc 12:13-15). Em seguida, diz que se alguém quiser caminhar com você uma milha, deve ir com ele duas (Mt 5:41) - os soldados romanos tinham por direito obrigar um civil a caminhar com ele carregando seu fardo por uma milha (1.609m) -; obviamente isso revoltava a qualquer cidadão, no entanto, mesmo não sendo fácil as vezes, nossa obrigação é obedecer às leis (Mt 22:15-22; Cl 3:22-25). Afirma Ele ainda que devemos dar ou emprestar a quem nos pede (Mt 5:42); isso mostra que o cristão não deve ser avarento e tem que praticar o amor (1ª Co 6:9,10). Nos versículos seguintes, Ele continua ensinando regrinhas básicas sobre como tratar os inimigos (Mt 5:43-48). Assim sendo, considerando que face representa a honra de uma pessoa, dar a outra face abrir mão de sua razão e não apanhar sem se defender. Então podemos concluir que podemos reagir em autodefesa, mas sem cometer abusos quando a situação estiver sob controle. A vingança não nos pertence, pois a justiça vem de Deus (Tg 1:19,20; Hb 10:30). Linguagem figurada é um perigo para quem costuma interpretar tudo ao pé da letra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, seja ele crítico, elogioso, complementar ou simplesmente direcionado à esclarecer alguma dúvida.
Todos serão respondidos desde que estejam de acordo com o regulamento abaixo:
Não serão publicados comentários que contenham palavrões, ofensas, anúncios não autorizados, e/ou usuários anônimos.
Muito obrigado pela sua participação!

Obs.: Apenas respondemos quando percebemos que a pessoa realmente quer uma resposta, pois quando notamos que ela apenas quer arrumar confusão, simplesmente ignoramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.