quinta-feira, 13 de outubro de 2016

“Demônios só Podem Ser Expulsos com Oração e Jejum”

Possessões demoníacas - muitas
vezes confundidas com loucura
ou fingimento
 - são tão reais
quanto a manifestação dos dons
espirituais; porém, devemos
estar ainda mais atentos a
quando o maligno se manifesta
sutilmente através de pessoas
que de alguma forma se deixam
usar por Satanás.
Marcos 9:29 - “Esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum.”
    Esse é um dos mais sérios casos de erros de interpretação. Não. Eu não sou contra o jejum e muito menos contra a oração, mas não posso concordar com os que dizem que para se expulsar qualquer demônio é preciso fazer uma oração e necessita ter jejuado recentemente. Jesus foi bem claro ao dizer: “essa casta”, - esse tipo, essa espécie, essa classe, essa família - ou seja, essa ordem específica de demônios só sai com oração e jejum.
    Já que entramos no assunto, vamos ler todo o texto para entender o porquê de Ele ter dito isso: Em uma de suas pregações rotineiras, um homem aflito aproximou-se de Jesus trazendo seu filho endemoniado: ele estava possesso de um espírito que o impedia de falar (Mc 9:17); essa possessão era tão violenta que o jogava ao chão e o fazia espumar rangendo os dentes, e o enfraquecia (Mc 9:18); como ele disse que os discípulos não conseguiram expulsá-lo, Jesus, demonstrando ira, os corrigiu repreendendo-os por sua incredulidade (Mc 9:19); a idade do rapaz não foi informada, mas seu pai relatou que ele sofria isso desde a infância (Mc 9:21); dizendo ainda que algumas vezes ele era lançado no fogo e outras vezes na água - o espírito maligno tentava mata-lo e, certamente, já o havia ferido bastante -, e pediu que o Senhor tivesse a compaixão de ajuda-los (Mc 9:22); o Mestre, por sua vez, o animou dizendo que tudo é possível àquele que crê (Mc 9:23); então aquele homem, em lágrimas, disse que acreditava, mas admitiu sua fraqueza pedindo que o ajudasse em sua incredulidade - ou falta de fé - (Mc 9:24); diante da euforia da multidão,  Jesus - sem “entrevista-lo” - ordenou ao espírito que saísse e não mais voltasse (Mc 9:25); o qual, gritando e agitando violentamente, saiu deixando o rapaz praticamente desmaiado (Mc 9:26); até que o Mestre o tomou pela mão e o levantou (Mc 9:27). Esse fato nos ensina que existem diferentes tipos de demônios e que precisamos estar sempre espiritualmente preparados para enfrenta-los (1ª Pe 5:8,9).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, seja ele crítico, elogioso, complementar ou simplesmente direcionado à esclarecer alguma dúvida.
Todos serão respondidos desde que estejam de acordo com o regulamento abaixo:
Não serão publicados comentários que contenham palavrões, ofensas, anúncios não autorizados, e/ou usuários anônimos.
Muito obrigado pela sua participação!

Obs.: Apenas respondemos quando percebemos que a pessoa realmente quer uma resposta, pois quando notamos que ela apenas quer arrumar confusão, simplesmente ignoramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.