sábado, 28 de abril de 2012

Temos que buscar justiça apenas em Deus

    (Salmos 37:5) "Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nEle, e Ele tudo fará." 

História
A justiça de Deus não está
nas mãos dos que se julgam
grandes, fortes e capazes;
mas sim com aqueles que
colocam a confiança no seu
santo nome a frente de todas
as suas decisões antes de
agirem.

    Jerusalém. Por volta do ano 1010aC. Estas palavras foram escritas por Davi, provavelmente um pouco antes de ser coroado como rei de Israel, quando ele era perseguido pelo rei Saul. Aqui é ensinada a importância da fé, demonstrando o quanto é necessária a confiança na justiça divina. Não é possível saber ao certo que tipo de situação ele enfrentava nesse momento. Só o que se pode perceber através das palavras proferidas neste salmo é que ele acreditou no amor de Deus, buscou a sua graça, esperou pela sua resposta, e alcançou a sua misericórdia recebendo o seu livramento, obtendo a sua provisão e desfrutando das bençãos conquistadas. E, então, ele pronunciou estas palavras como forma de expressar seu agradecimento e exaltar o santo nome daquele que o salvou de seus inimigos. E tudo isso somente aconteceu porque ele não lutou com suas próprias forças, ele buscou a justiça do alto. Verdadeiramente, entregou o seu caminho ao Senhor!

A justiça divina se manifesta de
várias formas, pois Ele não
somente age com amor e carinho,
mas também com correção e
castigo
Mensagem
    Temos que clamar a Deus e pôr os nossos problemas nas mãos dEle; não podemos querer resolver nada do nosso jeito; porque apenas Deus é quem
pode fazer justiça.
    "Entrega o teu caminho ao Senhor..." O que é entregar o caminho ao Senhor (Sl 121:1,2)? Entregar o caminho ao Senhor é deixar Ele te conduzir (Sl 23:2-4). Muitos são os nossos inimigos (Sl 34:19a); porém, a justiça sobre eles não pertence a nós (Dt 32:35). Quando aceitamos a Jesus, entregamos nosso caminho à Ele (Ef 2:12,13). Como seguidores de Cristo, renunciamos a nós mesmos, nos sujeitando à sua vontade (Gl 2:20).
    "... confia nEle..." Aonde você tem depositado a tua confiança (Sl 20:7)? Nas riquezas (1ª Tm 6:17-19)? Na violência (Gn 9:6; Ap 13:10)? Numa posição de destaque (1ª Co 1:26)? Em tua própria capacidade (2ª Co 3:4,5)? Em outras pessoas (Mq 7:5,6)? Na política (Sl 9:19,20)? Saiba que nossa confiança tem que estar depositada simplesmente em Deus (Hb 13:6)!
    "... e Ele tudo fará." Deus é aquele que tudo criou (Gn 1:1); e como criador, Ele tem poder sobre toda a sua criação (Lc 1:37); e assim Ele usa seu infinito poder para cuidar de tudo o que aqui existe e de todos nós porque por Ele fomos criados (1ª Pe 5:7), nos dando amor (1ª Jo 4:19), salvação (Tt 2:11), direção (Is 48:17), conhecimento (Cl 2:2,3), perdão (At 17:30), sustento (Ef 5:29,30), livramento (Sl 121:7), correção (Ap 3:19), libertação (Gl 5:1), transformação (1ª Sm 10:6,7), alegria (Sl 126:3), consolo (Is 51:12), atenção (Sl 66:19,20), capacidade (Jo 15:5), valor (Mt 6:26), defesa (1ª Jo 2:1), cura (Mc 16:17,18), privilégio (Dt 7:7,8), exaltação (1ª Pe 5:6), justiça (1ª Co 4:3,4)... enfim, Deus é quem tudo faz por nós (Fp 4:13); sem Ele, nada podemos fazer (Sl 127:1,2)!

Buscar a justiça de Deus é confiar
nEle o suficiente para chegar ao
ponto de ser uma pessoa justa
Conclusão
    Você fica indignado com a injustiça que prolifera no mundo atual (Sl 119:53)? Tome cuidado para que a tua indignação não te faça pecar (Ef 4:26,27). Coitados dos que fazem "justiça" com as próprias mãos (Mt 26:50-52), ou confiam na justiça dos homens (Jó 35;2). Entregue suas causas nas mãos de Deus (Sl 4:4,5). Pois Ele é um justo juiz (Dt 32:4), que tem poder até mesmo pra fazer os falhos juízes da terra julgarem justamente (1ª Sm 16:6,7), porque Ele não se agrada da injustiça (Is 59:15), e não permite que nenhum mal desse mundo fique impune (Ec 12:14). Desta forma, todos pagarão pelos seus atos (Jo 5:27-29). A vida, muitas vezes, parece ser bastante injusta (EC 9:3); para superar isso, aonde você tem colocado a tua confiança (Is 31:1)? Os justos confiam no Senhor (Mt 5:6)!

Jonas M. Olímpio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, seja ele crítico, elogioso, complementar ou simplesmente direcionado à esclarecer alguma dúvida.
Todos serão respondidos desde que estejam de acordo com o regulamento abaixo:
Não serão publicados comentários que contenham palavrões, ofensas, anúncios não autorizados, e/ou usuários anônimos.
Muito obrigado pela sua participação!

Obs.: Apenas respondemos quando percebemos que a pessoa realmente quer uma resposta, pois quando notamos que ela apenas quer arrumar confusão, simplesmente ignoramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.