sexta-feira, 16 de março de 2012

Desenhos animados: desenhando o mau caráter em nossas crianças

Cena do clássico desenho Pica-pau
num episódio intitulado como "O
afanador de gasolina", aonde, após
ultrapassar o limite de velocidade
permitido na estrada, ele diz: "Eu
sou um diabo necessário!"
    "Não porei coisa má diante dos meus olhos..." Assim nos adverte o Salmo 101:3. Essa Palavra nos leva a refletir: "O que estamos colocando dentro de nossa casa?" Muitas vezes pensamos que estamos levando apenas diversão e informação para dentro de nosso lar, e não percebemos que aquilo que parece ser uma benção, pode ser uma terrível maldição. Você já parou pra pensar na quantidade de mensagens anti-cristãs contidas ocultamente num simples desenho animado e na influência que elas exercem na mente de uma criança? A maioria das histórias infantis têm as seguintes características: o personagem principal nunca leva desaforo pra casa; não sabe perdoar; não cumpre regras; mente pra se dar bem; jamais está satisfeito com o que tem; tenta devorar outro personagem pra saciar sua fome; deseja ser superior aos demais; sente atração amorosa sempre valorizando a aparência e não as qualidades; e só lembra de Deus se estiver em perigo (quando lembra). Qual é a conseqüência disso? A criança tem a tendência de crescer vingativa, violenta, desobediente, mentirosa, ambiciosa, pronta pra "devorar" seus concorrentes, ansiosa por iniciar logo sua vida sexual desvalorizando os sentimentos afetivos, e crendo que Deus só existe para lhe satisfazer (isso quando crê); igualzinho ao ídolo da TV! A síndrome de Acã (Js 7:1-25)
tem contagiado a muitos; é hora de revistarmos a nossa tenda, pois com o nosso ingênuo consentimento estamos permitindo que Satanás desenhe o caráter de nossas crianças!


 
Jonas M. Olímpio

2 comentários:

  1. Desenhos que parecem inocentes, mas transmitem valores imorais para nossos filhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Sandro. Os pais cristãos precisam acordar.

      Fica na paz!

      Excluir

Deixe seu comentário, seja ele crítico, elogioso, complementar ou simplesmente direcionado à esclarecer alguma dúvida.
Todos serão respondidos desde que estejam de acordo com o regulamento abaixo:
Não serão publicados comentários que contenham palavrões, ofensas, anúncios não autorizados, e/ou usuários anônimos.
Muito obrigado pela sua participação!

Obs.: Apenas respondemos quando percebemos que a pessoa realmente quer uma resposta, pois quando notamos que ela apenas quer arrumar confusão, simplesmente ignoramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.