terça-feira, 22 de setembro de 2015

Por que na Criação do Homem Deus Instituiu a Família?

A família foi criada por
Deus como o primeiro
meio de convívio do
homem em sociedade;
isso nos dá noção da
razão pela qual
devemos colocá-la em
primeiro lugar no que
se refere ao nosso
relacionamento
humano.
    Após a criação dos céus e da terra e de tudo o que neles há, Deus criou o homem (Gn 2:7), e lhe deu moradia e meio de sustento pelos quais ele devia zelar (Gn 2:8-10,15). A Bíblia não relata se foi no mesmo momento, mas o Senhor disse claramente: “Não é bom que o homem esteja só!”, e ressaltou a importância de que ele tivesse uma ajudadora (Gn 2:18). Se a missão primária do homem era cuidar da terra (Gn 2:5), poderia Jeová ter criado vários homens e simplesmente substituí-los conforme envelhecessem e morressem; no entanto, isso apenas formaria uma classe de seres individualistas e sujeitos a satisfação carnal entre si sem objetivos. Assim sendo, tendo uma mulher, ele desenvolveria por ela um sentimento e um desejo especial, pois não se tratava de um ser fisicamente igual a ele e poderia procriar sabendo de seu dever de cuidar também de seus descendentes. É clara a necessidade que Adão sentia necessidade de companhia e não satisfazia isso nas criações já existentes (Gn 2:20). Assim sendo, criou Deus a mulher; e não a formou de igual modo pegando do pó da terra, mas a fez da costela do homem (Gn 2:21-22), para que ela soubesse que é osso de seus ossos e carne da sua carne (Gn 2:23), assim não lhe dando sensação de independência; porém, o fato de a ter formado da costela, nos dá a ideia de que ambos devem estar lado a lado constituindo uma vida em comum (Gn 2:24). A família moral e espiritualmente bem formada é o sustento de uma sociedade equilibrada no cumprimento de sua missão de honrar seu santo caráter (Gn 1:27,28; Ef 5:22-27; 2:10; 1ª Pe 1:16). Sem família o ser humano está mais vulnerável ao pecado (1ª Co 7:1,2; Pr 18:22).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, seja ele crítico, elogioso, complementar ou simplesmente direcionado à esclarecer alguma dúvida.
Todos serão respondidos desde que estejam de acordo com o regulamento abaixo:
Não serão publicados comentários que contenham palavrões, ofensas, anúncios não autorizados, e/ou usuários anônimos.
Muito obrigado pela sua participação!

Obs.: Apenas respondemos quando percebemos que a pessoa realmente quer uma resposta, pois quando notamos que ela apenas quer arrumar confusão, simplesmente ignoramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.